Postagens

O que é uma "corporation"?

  No ambiente de negócios, principalmente nos EUA, uma corporation, geralmente, se refere a uma business corporation, que corresponde, aproximadamente, a uma sociedade anônima brasileira . Muita gente não sabe, mas a sociedade anônima e sociedade por ações não são a mesma coisa. Sociedade anônima é só um dos dois tipos de sociedade por ações. O outro tipo, a sociedade em comandita por ações, está no Capítulo XXIII da lei 6404/76 , conhecida como “Lei das S. A.” ou, um pouco mais formalmente, por “Lei das Sociedades por Ações” mas nunca topei com uma na minha vida. Fica a lembrança – nunca se sabe quando essas coisas vão aparecer. Mas a coisa não é tão simples assim. 1) Corporations que não são business Agora, atente para o business. Se existem business corporations, é porque existem nonbusiness corporations – ao passo que, no Brasil, todas as sociedades anônimas, sejam por ações, sejam em comandita por ações, têm fins lucrativos. E, nos países de língua inglesa, uma ent

Como se traduz "officer" para o português?

  Parece até fácil, não é? Mas não é tão simples, assim, não. Por exemplo, military officer, officer of the armed forces, é oficial , mesmo, um commissioned officer também é um oficial. Noncommissioned officer é um termo genérico que inclui cabos e sargentos – mas não oficiais . Um warrant officer é um subtenente. E o commanding officer é, simplesmente, o comandante , ou seja, nem sempre officer é traduzido. Um officer, numa empresa, normalmente é um diretor , às vezes chamado executive officer. Um public relations officer é o que chamamos o relações públicas, que normalmente não é diretor. Num banco, geralmente, um officer é o que chamamos um comissionado . Por isso, um diretor de um banco, normalmente, é um executive officer. Um senior officer , das forças armadas, é um oficial de alta patente, mas, se for de uma empresa é um membro da alta administração. Um customs officer é um inspetor ou fiscal alfandegário ou aduaneiro. Um public officer, normalmente, é uma au
  Essa coisa de TPIC e MP1040 (Parte 2) Dia 12 de julho publiquei, aqui mesmo, um texto sobre o que o que considero os efeitos nefastos da MP1040. Continuo aqui e, ainda, devo publicar mais um texto sobre o assunto. Entre este texto e o terceiro da série, vou publicar um ou dois textos sobre outros assuntos, para variar. Mas, hoje, vou voltar à MP1040. O Artigo 27 abre uma porta enorme: § 1º Nenhuma tradução terá fé pública se não for realizada por tradutor e intérprete público, exceto as traduções: ... … feitas por agente público com cargo ou emprego de tradutor ou intérprete ou que sejam inerentes às atividades do cargo ou emprego; e a) ocupante de cargo ou emprego com atribuições relacionadas com a atividade de tradutor ou intérprete; ou b) com condições de realizar traduções e interpretações simples e correlatas com as atribuições de seu cargo ou emprego. Desculpe, mas não concordo. O serviço público tem vários tradutores com altíssima competência, mas não se pode d
  Essa coisa de TPIC e MP1040   Estou reativando meu bloguinho hoje, 12 de julho de 2021. Espero que você goste e faça os comentários que quiser: publicação sem comentário é decepcionante. Para começar, vou falar de um assunto espinhoso, a situação dos Tradutores Públicos e Intérpretes Comerciais, conhecidos como TPICs ou (impropriamente) como “tradutores juramentados”. Para não pensarem que estou só defendendo meu pedaço, informo que não sou Tradutor Público nem nunca prestei o concurso, por achar que o sapato não servia no meu pé. Além de tudo, estou aposentado e o pouco que traduzo é pro bono . Isso dito, vamos aos fatos. A encrenca começa no Artigo 22 – III, que permite o exercício da profissão a estrangeiro residente no País, mesmo que não naturalizado. Me parece absurdo e não me venha dizer que se trata de xenofobia da minha parte. Eu só acho que um estrangeiro que nunca deu ao Brasil a importância suficiente para se naturalizar não deve ser autorizado a produzir documen

Webinário grátis

Foi uma honra aceitar o convite da Universidade Autónoma de Lisboa, feito através das colegas Isabel Vidigal e Ana Saldanha, a quem agradeço, para apresentar um webinário grátis que ganhou o nome de 3P – Primeiros Passos na Profissão . Vai ser dia 3 de junho 2020, às 18 horas GMT. Lembro que o horário de Brasília é diferente e que, portanto, será às 14 horas, horário de Brasília. É uma palestra direcionada aos iniciantes e candidatos a tradutor. Se você se enquadra, espero sua presença. Clique aqui para se inscrever neste e em outros webinários voltados para nossa classe promovidos pela Universidade Autónoma de Lisboa. Tem muita coisa boa, lá.

Livrinhos do Danilo

Clique aqui para acessar a residência atual dos meus livrinhos. Todos eles grátis. Sem mutreta.

Tipologia dos descontos

Technorati Tags: discounts Você tem que dar um desconto, … porque sou estudante. … porque sou teu vizinho. … porque sou teu compadre. … porque sou compadre do teu vizinho. … porque sou vizinho do teu compadre. … porque este é o primeiro serviço que a gente faz com você. … porque este não é o primeiro serviço que a gente faz com você. … porque a gente já é freguês. … para a gente ficar freguês. … porque a gente é amigo. … para a gente ficar amigo. … porque, da outra vez você não deu … e tem que dar agora. … porque, da outra vez você deu … e por que não vai dar agora? … porque na próxima vez você recupera. … porque é um serviço grande, vai te garantir meses de trabalho. … porque é um encaixe: você faz agora para a gente e pá-pum faturou um dinheirinho que nem estava esperando. … porque nossa empresa é pequena. … porque nossa empresa é grande. … porque nossa empresa é conhecida e vai ficar bem no seu CV. … porque é um assunto que você conhece bem e você tira essa de